Mãe E Bebê

Maternidade-escola de Fortaleza realiza Semana do Aleitamento Materno

qui, 08/08/2019 - 15:46

Evento contou com mais de 80 atividades como palestras, gincana, ensaios fotográficos e outros

Evento contou com mais de 80 atividades de promoção ao aleitamento materno

Fortaleza (CE) – Foram mais de 10 anos juntos até que o casal Edgleuson Rocha e Alessandra Rodrigues finalmente ficaram “grávidos” – como diz o pai – de Ester. Uma filha muito desejada, que motivou os dois a se preparem com muita leitura e estudo, aumentando a expectativa pela sua chegada. Alessandra sonhava com o momento de tê-la no peito, mamando. Mas quando Ester nasceu, não foi tão fácil como ela imaginava.

A criança não conseguia mamar e a frustração quase tomou conta do casal. Foi aí que eles procuraram a Maternidade-Escola Assis Chateaubriand, vinculada à Universidade Federal do Ceará e à Rede Hospitalar Ebserh (Meac-UFC/Ebserh). Lá, receberem todo o apoio necessário. Ester saiu mamando, nos braços de uma mãe segura e de um pai aliviado e feliz.

Para escrever mais e mais histórias como essa, o Banco de Leite Humano (BLH) da Meac realizou, de 1º a 7 de agosto, sua programação da Semana Mundial da Amamentação 2019. O evento, que aconteceu simultaneamente em vários países, buscou promover o aleitamento como meio de fortalecimento do vínculo do bebê com a família, nutrição e proteção imunológica, entre outros benefícios da prática.

Foram mais de 80 atividades voltadas para o aleitamento materno, conduzidas por profissionais de saúde de todas as especialidades da Meac: enfermeiros, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, assistentes sociais, médicos, nutricionistas, técnicos de enfermagem, etc.

A equipe multiprofissional planejou atividades diversificadas, incluindo rodas de conversa, jogos, gincanas, cursos, ensaio fotográfico e oficinas. A maior parte foi voltada para pacientes e acompanhantes da Maternidade, mas os profissionais e as gestantes não internadas também tiveram ações especialmente pensadas para eles. Entre os temas, foram abordados os 10 passos do aleitamento materno, trabalho de parto e parto, como produzir mais leite, medicamentos na amamentação, vínculo mãe e bebê, participação do pai no acalanto do bebê, segurança do recém-nascido na administração de dietas e aspectos psicológicos do aleitamento.

Outra ação – realizada de forma permanente, mas que foi intensificada durante a Semana de Amamentação – foi a arrecadação de frascos para depositar o leite materno para doação. O leite arrecadado de doadoras nutre muitos bebês de baixo peso internados nas Unidades Neonatais de alto e médio risco da Maternidade. Entretanto, os recipientes para armazenamento desse leite também precisam ser doados. Trata-se de frascos de café solúvel, feitos de vidro com tampa plástica. Neles, as doadoras podem depositar, ao longo da semana, o excesso de leite produzido por elas.

Saiba mais

A Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) foi lançada pela WABA (Aliança Mundial para Ação em Amamentação), em 1992 e, há alguns anos, é parte do calendário de eventos da Meac. O tema desta edição foi “Empoderar mães e pais – favorecer a amamentação”.

Para a chefe do Banco de Leite da Meac, enfermeira Janaína Landim, o objetivo foi sensibilizar profissionais de saúde, gestantes, puérperas e acompanhantes para a importância da amamentação. “Sabemos o quanto é fundamental que este assunto seja conversado nas famílias e difundido nos meios de comunicação para que os desafios da amamentação sejam superados com determinação das mães e seus benefícios cheguem aos bebês”, destacou.

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

Desde novembro de 2013, a Meac-UFC faz parte da Rede Hospitalar Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do SUS, e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte
Com informações da Meac-UFC/Ebserh
MEAC - UFC
semana do aleitamento materno
meac-ufc
evento